close

Conheça 9 startups onde a diversidade é a regra

Apenas 5,7% das startups foram fundadas por pessoas não-heterossexuais, segundo Abstartups

startups diversidade
por Redação julho 26, 2022
  • Inovação e transformação digital Mais informações
    Inovação e transformação digital
  • Impacto positivo e legados sustentáveis Mais informações
    Impacto positivo e legados sustentáveis

Dados da Associação Brasileira de Startups (Abstartups) apontam que, das mais de 13 mil startups do País, apenas 3,9% possuem fundadores homossexuais, 1,5% bissexuais e 0,1% transgêneros. Outros 0,2% desse grupo possui outra orientação sexual. Já os heterossexuais respondem a 92,3% dos criadores de negócios com base tecnológica no Brasil.

Os números refletiriam as políticas de inclusão e diversidade nos quadros de colaboradores: enquanto 75,1% das startups brasileiras acreditam que apoiar a diversidade e inclusão em seus negócios é um fator importante, apenas 3,3% dessas entram em ação.

Para destacar as empresas que fazem diferente, o site Gay Blog elencou nove startups que contam com uma política de inclusão de pessoas LGBTQIA+ em seus quadros. Confira. 

Semente Negócios

Startup de educação empreendedora, a Semente Negócios tem um plano de diversidade estruturado e conta com 27% dos colaboradores pertencentes à comunidade LGBTQIA+. Entre as estratégias para favorecer a igualdade na empresa, o processo seletivo inicial não conta com dados pessoais, por exemplo. A Semente ainda conta com um comitê de diversidade e treinamentos para favorecer a integração entre os times. Há também a licença-maternidade e paternidade de seis meses, incluindo casais homoafetivos.

Nubimetrics

A Nubimetrics é uma startup de dados voltada à sellers. Quem chefia é a empresa é Juliana Vital, Global Chief Revenue Officer da startup, que pertence à comunidade LGBT+. A Nubimetrics se dedica a capacitar quem vende no mundo do e-commerce. Ela disponibiliza uma ferramenta com informações necessárias para auxiliar na tomada de decisões de negócios online . 

Casai

A Casai é uma startup de hospedagens que chegou ao Brasil em maio de 2021 e também possui como CEO uma pessoa LGBTQIA+. Nico Barawid, co-fundador da empresa, foi considerado um dos líderes LGBTQIA+ mais relevantes no México, de acordo com uma edição especial da revista Expansión. Como um dos pilares da Casai é criar espaços seguros para viagens ao redor do mundo, ele considera fundamental apoiar ambientes que sejam acolhedores e inclusivos para todas as comunidades.

Jobecam

A Jobecam, HRTech de seleção e recrutamento, ajuda empresas a terem processos seletivos mais diversos, justos e eficientes, por meio de tecnologia de vídeo para realizar entrevistas anônimas. Ela aplica ferramentas como currículos e entrevistas anônimas (ao vivo ou gravadas), eliminando os vieses inconscientes, interpretações prévias sobre o indivíduo quando é informado gênero, idade, raça, cor, etnia, orientação sexual, entre outras características. Dessa forma, ela visa contribuir com a inclusão de todas as comunidades que fazem parte dos recortes da sociedade no ambiente corporativo. 

RoutEasy

A startup de logística oferece soluções de otimização, gestão e orquestração de entregas. Internamente, a empresa aposta na diversidade de profissionais a serem contratados e visa criar um ambiente acolhedor para que profissionais LGBTQIA+ e de outros grupos menorizados possam se destacar profissionalmente.

Newa

A Newa é uma empresa de impacto social que atua no desenvolvimento de organizações baseadas na construção do diálogo, na colaboração e no respeito. Desde a sua fundação, ela atua no desenvolvimento de lideranças compassivas, que atuem na construção de ambientes mais inclusivos e psicologicamente seguros. A startup defende que as empresas escutem e acolham as necessidades específicas da população LGBTQIA+, e busquem promover ações intencionais para a inclusão real dessas pessoas no mercado de trabalho.

Hisnëk

A healthtech brasileira Hisnëk é especializada no auxílio à prevenção de doenças emocionais no ambiente corporativo, e usou a experiência de sua CEO, Carolina Dassie, para criar uma nova política organizacional. Após uma crise em meio a maternidade, Carolina criou a IVI, um assistente virtual de saúde emocional e bem-estar. Para que a assistente atenda diferentes públicos, a Hisnëk entende a necessidade de ter um quadro que inspire diversidade, inclusive no quadro gestor, que conta com o head de marketing, Francisco Assis. “Para mim, é fundamental ter esse olhar dentro da empresa e, mais do que isso, mostrar para os nossos clientes que saúde mental e diversidade também caminham lado a lado.”

Taqe

A Taqe, plataforma de recrutamento e seleção digital para vagas de emprego e cursos, é uma solução que ajuda empresas a criar processos de seleção mais inclusivos. Com a utilização de algoritmos e inteligência de dados, a solução usa jogos interativos para criar uma identidade profissional para os candidatos. A partir dela, o recrutador consegue analisar o perfil com base no desempenho dos jogos e priorizar pessoas que fazem parte de grupos mais diversos.

Convenia

A Convenia também é uma HRTech com soluções voltadas para a digitalização e automatização dos processos de RH. Internamente, a startup promove diversas ações educativas e inclusivas para os seus colaboradores, por meio de seu squad de diversidade. Além disso, a HRTech aposta na atração de talentos através de vagas afirmativas, que reforcem a importância não apenas de se ter um time diverso, mas também de dar condições necessárias para que esses talentos sejam retidos e desenvolvidos.