close

Brasil terá quase 800 mil vagas no mercado de TI até 2025

Estudo da Suno em parceria com a escola de tecnologia Trybe mostra como o país vai gerar essas milhares de oportunidades nos próximos anos

mercado de ti
por Redação março 21, 2022
  • Inovação e transformação digital Mais informações
    Inovação e transformação digital
  • Impacto positivo e legados sustentáveis Mais informações
    Impacto positivo e legados sustentáveis
  • Liderança Mais informações
    Liderança
  • Educação e aprendizagem Mais informações
    Educação e aprendizagem

Imagine dois Maracanãs lotados, ou seja, quase 160 mil pessoas. Essa é a quantidade de profissionais que podem ser contratados a cada ano pelo mercado de TI até 2025. No próximo triênio, o país vai gerar quase 800 mil vagas de emprego no setor, segundo uma pesquisa realizada pelo portal de recomendação de investimentos Suno em parceria com a escola de tecnologia Trybe. Batizado de Tendências do Mercado de Tecnologia de 2022, o estudo mostra que o segmento de tecnologia da informação apresentou um incremento sem precedentes nos últimos dez anos em função da digitalização das empresas. 

“Muitas adaptações na rotina e no comportamento de consumo foram necessárias e, consequentemente, o mercado de trabalho de tecnologia reflete estas tendências”, aponta um infográfico da pesquisa. 

Brasil forma poucos profissionais para o mercado de TI

profissionais de ti

Apesar dos números positivos de oferta de vagas, o Brasil não deve dar conta da demanda. Apenas 53 mil pessoas são formadas por ano em cursos de perfil tecnológico. Além de ter mais vagas do que pessoas para ocupá-las, a retenção dos profissionais é outro desafio. Enquanto a média nacional de salários é de R$ 2.000, a remuneração média do setor de serviços de TI e comunicação é 2,5 vezes maior. 

Outro desvio de rota acontece com o destino dos investimentos em software e hardware: a indústria de tecnologia no Brasil cresceu 23% no ano passado e investiu cerca de R$ 200,3 bilhões, mas quase 80% do valor foi destinado ao desenvolvimento no exterior, justamente porque o país não está conseguindo ter profissionais em quantidade necessária para atender a indústria regional. “As pessoas têm se tornado cada vez mais valiosas para as empresas e a batalha para contratar e reter talentos, especialmente em tecnologia, tem se intensificado (e vai se intensificar ainda mais) ao longo dos anos”, de acordo com o estudo. 

O levantamento lista ainda as tendências tecnológicas para 2022, com destaque para o metaverso, blockchain, Internet das Coisas (IoT) e Segurança da Informação. Somente o mercado de IoT deve chegar a US$ 566 bilhões até 2027, enquanto os segmentos ligados ao blockchain podem movimentar US$ 2,73 bilhões até 2025, para ficarmos em apenas dois exemplos.