close

App Robinhood revoluciona indústria de investimentos nos EUA

App Robinhood revoluciona indústria de investimento nos Estados Unidos com interface parecida com um jogo

app Robinhood
por Redação outubro 14, 2021
  • Inovação e transformação digital Mais informações
    Inovação e transformação digital
  • Liderança Mais informações
    Liderança

A história de criação do aplicativo de investimento Robinhood é bem típica do mundo dos empreendedores de sucesso, ou seja, nasce de uma boa ideia, geralmente idealizada em universidades, e evolui para um negócio bilionário. No caso do app, há muito do chamado sonho americano na receita bem sucedida dos seus dois fundadores. O primeiro deles é Vlad Tenev, filho de imigrantes búlgaros e ele mesmo búlgaro de nascimento. Com cinco anos, ele foi para os Estados Unidos acompanhando os pais, funcionários do Banco Mundial. O segundo sócio é o Baiju Bhatt, filho de imigrantes indianos estabelecidos nos Estados Unidos.

A universidade de Stanford, onde ambos estudavam, foi o ponto de encontro. Na época, Bhatt fazia mestrado em matemática, sendo físico de formação na mesma instituição, famosa pela qualidade de ensino. Tenev cursava matemática e continuou na área com um doutorado não concluído pela Universidade da Califórnia (UCLA). A experiência nas duas instituições foi básica para eles refinarem o que queriam como empresa após uma estada no mercado de investimento de Nova York. E ambos tinham em mente um modelo inovador, simplificando o mundo de finanças para quem estivesse interessado em investir.

App Robinhood transformou a interface das finanças

O Robinhood foi criado com a missão de “democratizar as finanças para todos”, com um modelo de aplicativo gratuito e fácil de usar e que leva o nome do lendário fora-da-lei que roubava dos ricos para dar aos pobres. Essa é a definição da revista CEO Today, que fez um longo perfil dos dois investidores. De acordo com a publicação, a interface do aplicativo transformou o mundo das finanças de um setor misterioso para algo parecido com um jogo.

Tecnicamente, o aplicativo oferece uma gama ampla de investimentos, incluindo ações, opções e criptomoedas e, em vez de depender de taxas de comissão, o Robinhood ganha com pagamentos de back-end, conhecidos como ‘fluxo de pedidos’, vendidos para traders profissionais que lucram por estar no outro lado do comércio. Esse perfil torna o app o primeiro corretor a negociar sem comissões, o que teria mudado toda a indústria de finanças e, por fim, forçou outros corretores importantes a eliminar as comissões na avaliação da CEO Today.

Segundo a publicação, Tenev e Bhatt conseguiram abrir a porta de negociação para milhões de pessoas, a maioria millennials sem nenhuma experiência na área. Eles estimam que quase metade de todas as novas contas de corretagem nos Estados Unidos nos últimos cinco anos são do Robinhood. Além disso, o ano passado foi recorde para novas contas de negociação nos Estados Unidos graças à onda de investidores entusiasmados. A aposta da revista é que mais investidores sejam atraídos ao longo de 2021. Hoje, o Robinhood teria mais de 21 milhões de usuários ativos.